Lugar comum

Lugar comum

– Ah, mas você sabe, eu e você somos tão diferentes e ao mesmo tempo tão iguais e eu vim pensando nossa, não seria bonito se eu pudesse dizer isso sem gaguejar ou sentir meu coração batendo contra a minha nuca mas você sabe que não é bem assim e que nós dois não estamos…
– Está atropelando as palavras de novo.
– Desculpe – a verdade é que que eu não consigo me conter. Eu até tento sabe como é a verdade olha o céu tá bonito hoje mesmo. – Uma pausa – Desculpe, eu ando meio atordoado, são os remédios.
– Está comendo vírgulas de novo.
– Desculpe, acho que estou meio meia mas meio sabe qual é a palavra? Eu não lembro mas acho que você vai lembrar sabe eu sempre te achei muito muito mas muito inteligente mesmo e não é culpa minha que eu te veja assim tão diferente mas você ai meu Deus eu não faço sentido eu acho que só queria que você soubesse que eu mesmo matando vírgulas e assassinando regras e me tornando tão pouco compreensível eu gosto de.
– Acho que entendi uma ou duas frases. Gosta de quê?
– É é uma boa pergunta na verdade. Desculpa acho que estou falando meio rápido mas é que se eu não falar depressa eu não vou conseguir. Sabe que eu sempre botei pingos nos “is” demais e nunca me permiti ir além mas hoje eu quero porque eu sei que eu posso e mesmo engolindo vírgulas e frases e estuprando a minha língua mater eu só queria saber se você vai poder sabe não sei talvez um dia gostar de. Gostar de. É. Gostar de… mim.
Uma gargalhada.

Anúncios

4 thoughts on “Lugar comum”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s