Clichê

– Oi.
– Oi. Cara, você precisa me ajudar.
– Espera, quem é?
– Sou eu. Você sabe. Olha, antes de você bater o telefone, deixa eu dizer o motivo pelo qual eu liguei. A Lil está chorando copiosamente há horas, eu não sei mais o que eu vou fazer.
– E por que você achou que era uma boa idéia ligar para mim?
– Porque você está acostumado a fazer as pessoas chorarem, oras.
– E você não quer que eu desligue o telefone na sua cara.
– Falei alguma mentira? Não foi para isso que eu liguei, de qualquer maneira. Preciso que você me diga o que fazer.
– Eu não sei, cara. Como é que eu vou saber? Não falo com ela há quase um ano.
– Mas vocês eram amigos. Foram amigos por, sei lá, três anos. Você teve tempo suficiente para fazê-la chorar nesses trinta e seis meses.
– Juro por Deus que vou desligar.
– Não, eu não estou falando de sacanagem – sério, parece que eu estou? O que eu quero dizer é que você provavelmente a magoou, a fez chorar e arrumou um jeito de consertar isso depois.
– Na verdade…
– Você fazia isso comigo com freqüência. Deu certo por muito tempo.
– Então, seguindo essa lógica, é só dizer que você a ama. Ela vai voltar correndo.
– Eu não vou comentar o quanto o seu comentário me enojou.
– Falei alguma mentira?
– Eu vou desligar.
– Foi você que ligou, para começar. A ameaça não é válida.
– Você é incapaz de ser gentil. Por que eu não estou surpreso?
– Eu não faço caridade, sinto muito. Já tentou bater na porta e mandá-la abrir? Fez o mais óbvio?
– Não, nem pensei nisso. Esmaguei meu punho na madeira umas trinta vezes antes de buscar seu número no meu celular.
– Você ainda tem o meu número no seu celular.
– E daí?
– Eu também tenho o seu.
– …
– Só estou comentando um fato. Eu também tenho o seu. Não é esquisito? Já faz mais de um ano e você ainda não me apagou da sua vida.
– Como você fazia?
– O quê?
– O que você fazia? Quer dizer, para eu parar de chorar. Eu não lembro.
– Eu te abraçava.
– E quando eu me trancava em algum lugar?
– Você nunca se trancou.
– E se eu tivesse me trancado? O que você faria?
– Esperaria você sair. Você não ia ficar trancado pra sempre. E eu não ia gastar saliva tentando de convencer. Você é teimoso demais.
– E se eu estivesse bêbado?
– Eu deixaria você dormir.
– Por quê?
– Porque você só se sente bem quando está bêbado.
– Eu me sinto bem agora.
– Isso é surpreendente.
– Como eu me sinto assim sóbrio?
– Não sei.
– Não se sente orgulhoso de mim?
– Diga para a Lil que ela faz falta. Ela vai parar de chorar e correr atrás de você para saber sobre a nossa conversa.
– Por que você acha que é tão importante assim?
– Você ainda tem o meu número.
– Irrelevante.
– Eu te fiz chorar tanto assim?
– O tempo inteiro.
– Você quer chorar agora?
– Não.
– Por quê?
– Meu luto já acabou.
– Uau.
– Você ficou decepcionado.
– Um pouco.
– Por quê?
– A Lil ainda está loira?
– Por quê?
– Fica bem nela.
– Você nunca vai mudar.
– Eu sei.
– Você se sente orgulhoso?
– Não.
– Como você faz?
– Oi?
– Como eu te perdoava?
– Não sei.
– Pensa.
– Você olhava para mim, eu dizia que te amava e estava tudo bem.
– E você amava?
– Como você se sente tão bem sóbrio? Eu não consigo.
– Você vai aprender. Amava?
– Irrelevante.
– Foi por você.
– O quê?
– Tudo o que eu fiz. Foi por você. Mas acabou.
– Você ainda tem o meu número.
– Isso não quer dizer nada.
– Você não quer me deixar ir embora.
– Você já foi.
– Diga que eu a amo também.
– Você não ama ninguém.
– Talvez.
– Quanta frieza.
– Amor é para quem continua na casa da mãe.
– Eu juro por Deus que vou desligar.
– Foi você que ligou, para começar. A ameaça não é válida.
– Argh! Você é incapaz de ser gentil. Por que eu não estou surpreso?
[Ad infinitum]

Anúncios

2 thoughts on “Clichê”

    1. VOCÊ é espetacular, meu bem. Sempre de uma doçura incrível e uma gentileza que eu não vejo mais por aí. MUITO obrigada pelo carinho, pelo respeito, pela ajuda, por tudo. É sempre um prazer encontrar você aqui. Sempre, sempre, sempre. Me passa o seu msn? Beijão! =**

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s