A little bit Jane

Eu sou uma pessoa de palavras rudes e gestos impensados. Eu sou um poço de fragilidade, eu tenho medo de quebrar. Tenho uns caquinhos perdidos por aí, mas estou me reconstruindo. Eu fico forte conforme a ferida cria casca. Eu bato para não apanhar. Eu finjo que não é comigo. Você não devia me dar essa chance, abrir as portas para mim desse jeito. Você não imagina do que eu sou capaz. Eu sei que vou te machucar. Você também vai me machucar. E aonde vamos daqui? Não sei. Não posso te dizer que não vou mudar amanhã. Não posso te prometer que serei a mesma. Eu sou uma pessoa na corda bamba. Se você me tocar, eu posso cair. E se eu cair, eu não vou levantar. E eu não quero ficar no chão. Não me toque. Me toque agora, por favor, porque isso é tudo o que eu tenho. Eu quero ser livre de mim, quero ser livre para você, quero ser livre de você, quero ter tudo ao mesmo tempo porque eu acho que não sei respirar sem isso. Eu preciso de mais. Eu quero sempre mais. Eu não sei ter limites. Eu rompi comigo mesma e não me achei depois. Você não devia me dar essa chance, abrir a porta para mim desse jeito, sorrir para mim enquanto eu entro. Eu não vou sair. Ou vou sair rápido, rápido, muito rápido, tão rápido que vou arrastar tudo o que eu encontrar pelo caminho. Vai doer mais em você do que em mim. Ou talvez não. Mas tem que doer. Sempre tem que doer. E quando dói, vale a pena. Eu valho a pena. Eu prometo. Eu espero. Eu não valho, mas se eu disser, você acredita? Quando dói, vale a pena. E você vai entender. E vai se equilibrar comigo na corda bamba. E a gente vai cair e se machucar, mas eu quero. Eu quero. Agora.

Anúncios

2 thoughts on “A little bit Jane”

  1. Vc, honestamente, é minha pessoa favorita em todo o mundo, gostaria MUITO de viver perto de alguém tão incrível e inspiradora. Espero que os que tem essa oportunidade saibam reconhecer. Apesar de tudo, só o que posso dizer é que a distância e o não-convívio diário não te faz menos especial na minha vida, devo “algumas muitas” coisas a vc mesmo que vc não saiba.
    Quando entro aqui e vejo que vc postou alguma coisa, me encho de um sentimento inexplicável pq mesmo não tendo lido ainda, eu tenho a certeza que serão palavras que praticamente vc tira daquele lugar escondido dentro de mim onde elas ficam guardadas e me faz encará-las sem rodeios. Isso aqui pra mim é uma terapia e vc a melhor terapeuta que poderia querer. Muitos dos seus textos eu deixo de comentar pq quando chego aqui, não sei o que escrever. Eles ficam na minha cabeça por dias e dias e eu penso tanto sobre cada linha… Vc é a melhor escritora que conheço, eu percebi, não sou só eu que me sinto assim com as suas palavras, são raros os que tem o dom pra fazer tal coisa, fazer as pessoas sentirem tantas coisas ao mesmo tempo e no fim de tudo, se identificarem. Alguns de seus textos aqui me ajudaram a tomar decisões na minha vida. A última, iria mudar muita coisa e vim aqui procurar por suporte. Encontrei, tomei a decisão e não me arrependi. Às vezes tenho medo de ler pq assustadoramente suas palavras me descrevem, descrevem o que eu sinto, de uma forma que nem eu poderia explicar melhor, nunca aquela frase “A verdade dói” faz tanto sentido como quando termino de ler as últimas palavras. Mas eu gosto e gosto muito, pq apesar de tudo “tem que doer. Sempre tem que doer. E quando dói, vale a pena.”

    1. Eu fiquei olhando para o que você escreveu por muito tempo e me perguntando como eu poderia responder. Não tenho palavras, ainda assim, me desculpe. ._. Eu não acho que tenha ouvido algo tão bonito quanto “você é a minha pessoa favorita em todo o mundo”, mesmo, ever. Não sei como agradecer e é impossível explicar o quão tocada e honrada eu fico por isso. Muito, muito obrigada mesmo. Isso é muito mais do que uma pessoa como eu (vai por mim, a coisa aqui é pior do que eu conseguiria explicar =|) merece e muito mais do que eu esperaria receber, especialmente de alguém tão adorável. Agradeço demais pelas palavras deliciosas, pela gentileza imensa, pelos olhos incrivelmente carinhosos. Gostaria de ser metade do que você acha, mas infelizmente não sou. Esse é mais um motivo para eu me sentir muito lisonjeada. ._. Muito obrigada mesmo, meu bem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s