Eu sou chegada nessa vibe de expressar angst com estrangeirismos, sabe? Acho muito cool isso de sofrer em duas ou três línguas. Dá um certo status falar das dores cotidianas com pose de intelectual. Pena que no meu caso seja só pose, mesmo. Eu sou muito crua, embora goste de fingir que não. Tento rebuscar e sai tudo meio forçado, meio wannabe de filósofo de botequim, saca? Acho triste.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s