Não consigo mais escrever. Não tenho tempo nem inspiração para esfregar meus miolos até que saia alguma coisa que preste. Não tenho vontade de pensar em mais nada, também; acho que tenho medo de esquecer a minha lista de obrigações.

Não consigo ler os livros que eu comprei. Minha pilha de cópias se acumula e eu me obrigo a passar os olhos por três ou quatro compilações em desespero, tentando comer o conteúdo como uma morta de fome. Não consigo. Esqueci o nome do autor. Não consegui ajeitar tudo. E eu ainda tenho que resumir umas seis ou sete leituras para depois de amanhã, porque tenho uma prova. E o máximo que eu vou provar com ela é que eu não sei absolutamente mais nada.

Eu tenho duas marcas cinzentas debaixo dos olhos. Elas não saem nem com boas noites de sono. Acho que vieram para ficar. Estou me acostumando. Passo a achá-las bonitas, até. Elas me dizem algo. Mas eu não sei o que é.

Tenho filmes para ver, mas não posso. Amanhã acordo cedo. Amanhã perco horas repassando informações, cagando de pavor de uma falha, reprovação ou algo que o valha. Cagando de medo da vida. É isso mesmo, produção?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s