Ela era ruiva. Essa foi a primeira coisa que eu notei quando ela passou por mim. Ela era tão ruiva que meus olhos doeram, porque o sol batia forte naquele cabelo laranja e me deixava meio cego. Ela era tão ruiva que me fez parar tudo o que eu fazia para apreciá-la.

Ela tinha dedos largos e unhas enormes. Uns olhos de quem tinha ânsia pelo mundo e medo dele, ao mesmo tempo. Uns olhos tão vivos que não me pareciam menos do que divinos. E eu não pude conter um rompante de admiração. E eu não pude conter a vontade de observá-la.

Percebi pequenas manchinhas nos seus braços. Percebi sua altura. Ela era miudinha. Parecia uma boneca. Parecia uma criança com sua sainha rodada e os sapatos de fivela. Devia ter um metro e meio, quando muito. E pedia proteção com a sua estrutura delicada e os bracinhos magros. E tinha a boca pintada de um vermelho tão obsceno que eu jamais poderia dizer que ela era uma criança. E eu me perguntei por um momento como era possível um paradoxo tão encantador.

Ela girou nos calcanhares, distraída. Tinha um desenho no pulso, algo entre um rabisco e uma flor. Algo que eu gostaria de alcançar com os meus lábios, mas não pude. Ela era algo que eu gostaria de alcançar, também. E ela se foi e eu não fiz nada. Só olhei. E olhei. E olhei até que ela desapareceu.

 

Anúncios

4 thoughts on “”

  1. Saudades dos teus textos, Sunnie. Da tua dor que é joga em personagens tão bonitos, descrições maravilhosas e palavras tão bem escolhidas fazendo ser quase impossível não achar tudo muito muito belo e se identificar. Você é sensacional.

    (fazia tempo que eu não te paparicava, tava com saudade haha)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s