Ao Nicolas, com amor.

Nicolas era um desses rapazes bonitos que passavam a vida tentando provar que eram mais do que isso. Nicolas era um mocinho de voz rouca, altura modesta, comportamento de criança e cara de homenzinho. Tinha problemas com horários e fumava cigarros nas esquinas para manter a fama de mau.

Era simpático – mas só quando lhe convinha arreganhar a boca. Forjava histórias na esperança de parecer com o protagonista do seu discurso. Nicolas não sabia fugir de si mesmo, então mentia. Mentir era o seu refúgio. Nicolas pensava estar seguro, envolto nas tramas que tecia dia e noite, mergulhado nas mil versões de si que espalhava por aí.

Nicolas era um menino; um desses bem mimados, um poço de vontades vis. Não era má pessoa, mas se esforçava para sê-lo.  Tinha facilidade para falar das mulheres que haviam passado pela sua vida. Narrava, sem qualquer afetação de voz, as peripécias das dezenas que engatinharam para o seu colo. Nicolas, veja só, gaguejava quando falava de amor.

Era ineficiente e incapaz em assuntos que fugiam da cama, eu percebi. Era mesmo um jovenzinho, aquele Nicolas, que se vendia tão grande e não entendia o mínimo.  Não enxergava um palmo aberto diante dos olhos, mas bradava o contrário, deleitado pela atenção recebida. Declarava-se livre, batia no peito para afirmar independência, mas não sabia nem amarrar os cordões dos tênis.

Nicolas vai morrer sozinho, enjaulado nas próprias defesas, esmagado na prisão que tão caprichosamente moldou para as suas adoráveis personas. Pobrezinho!

Anúncios

4 thoughts on “Ao Nicolas, com amor.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s