Temporal

Sugou minha juventude, o tempo. Não, o Tempo, Senhor, nome próprio. Que autoridade tremenda ele exerce nas minhas articulações gastas, nos meus joelhos desde cedo problemáticos, no meu coração – esburacado, empedrado, asfaltado de piche barato (tão vagabundo que não demora a descascar, sair, deixar exposto, libertar crateras, libertar coisas que eu tentei tentei deus tentei tapar acobertar ocultar enterrar e falhei). Se foram com os anos coisas bobas e belas, meus olhos cheios de alegria infantil, minha fé em qualquer coisa viva e racional, minha de certa forma inocente ânsia de descobrir. Tão velha e entretanto tão nova, eu dizia pra mim, mas já não sou tão nova. Vincos se precipitam na minha pele (que tem amanhecido meio murcha). Ostento uma fronte cansada que não encontra paz em nada mundano – e eu sempre gostei de coisas mundanas, perceba. Isso não é de forma alguma um tratado moralista. O Tempo comeu minhas definições de moral, desmaterializou meus pudores, me ensinou que sempre há uma alcunha destinada aos que bebem, aos que fumam, aos que jogam, aos que transam, e há sempre uma alcunha reservada aos que não bebem, aos que não fumam, aos que não jogam, aos que não transam. Há sempre uma palavra, há sempre um julgamento. Esse é um mundo de santas e putas, nunca de gente normal, de gente que pende, de gente capaz de tudo e mais um pouco. Eu só habito extremos, desde sempre. Já me acostumei. O Tempo me diz que não adianta tentar ser nada. Todos os nomes já me são dados. Todos os meus atos me reforçam os apelidos rudes, as denominações.
(O Tempo, na verdade, tem me profanado, mastigado, comido todo dia. Não me manda flores, não me dá cartões. Que rude ele é.)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s